Archive for outubro \25\UTC 2009

h1

Pérolas Videoclípticas 3 – Covers de Katy Perry

outubro 25, 2009

É o quê, homi?? Katy Perry?
o blog pertencente a um fuckin’ tr00 headbanger falar da Katy Perry?
sim! tem tudo a ver! (ou melhor, quase nada a ver, mas enfim, tem metal no meio xD)

é o seguinte: todos conhecem a música “I Kissed a Girl” da Katy Perry.. eu acho legalzinha até.. xD
pra quem nao conhece, ou pra quem gosta e quer ouvir, eis o clip!

é.. ela é gata..
Mas não é dela que vou falar agora! xD
Alguém extremamente criativo teve uma idéia um tanto esquisita… gravar um instrumental no melhor estilo Power Metal, e pôr em cima os vocais originais da música. o resultado? I Kissed a Girl + Power Metal = ??
vejam a seguir:

sério.. ficou MUITO FODA!
só acho que a voz dela nao casa bem com Metal, mas mesmo assim ficou legal pra caraleo! xD

Agora é hora de rir… XD

Bandas de Death Metal fazendo covers de musicas pop é muito comum: da pra achar às pencas no youtube… e todas são muito alguma coisa: ou muito boas, ou muito ruins, ou muito engraçadas! XD
agora a que mais me fez rir foi esta:

tipo.. os outros caras ali na manha, e o vocal berrando que nao da pra entender porra nenhuma.. ri demais! eu imagino a Katy fazendo essa cara ouvindo a musica! ueahueauaeaehueahuahe XD

mas o que mais me fez rir foi este cruzamento entre Elton John e Abbath, do Immortal, tocando a mesma “I Kissed a Girl” com a letra ligeiramente diferente… xD

video mais engraçado EVER!
“I Killed a Girl, and I liked it…” isso que é tr00! UAEHUAEHUHEAE xD
o canal desse indivíduo é “Heavy Metal Happy Hour”… MUITA ZUEIRA! xD
inclui ainda outro cover da Katy… mas de Hot n’ Cold, devidamente mudado para Dead n’ Cold!

vou ver se acho outras bagaças destas pela net e mostro aqui.. auaehueauaheuae xD

bas tarde prá ucêis! ]]

Anúncios
h1

Nanopost filosófico

outubro 24, 2009

Fogo que arde sem se ver…
ferida que dói e não se sente…
contentamento descontente…
dor que desatina sem doer…

não é que Camões estava certo?? x)

h1

Atividade Portuária e o Ambiente – Usar sem destruir é possível?

outubro 19, 2009

Parece normal…. o navio sai de lá da china ou da holanda, chega aqui em São Luís (MA) ou Santos (SP), pega os produtos, vai embora, e pronto!
Mas calma aí… tem alguma coisa errada nessa história, e isso é tão sério que pode degenerar todo um ecossistema, extinguir espécies nativas, acabar com o sustento de pescadores… em suma, A COISA VAI FICAR PRETA!

Lastro

Mas o que exatamente causa esse problema?
Vamos primeiro falar do navio: Todos sabem que se não há nenhum contrapeso em qualquer embarcação, ela fica instável: qualquer ondinha pode virar ou até quebrar o navio ao meio! (tempestades não são raras: qualquer ondinha do meio do oceano é coisa de 15 m. de altura!) Logo, os navios precisam de um Lastro: um contrapeso. E hoje em dia o contrapeso preferido dos navios, principalmente os de carga, é a água!
Funciona assim: Quando o navio está vazio, o tanque de lastro é cheio com água da região onde ele está. e quando chega ao destino e recebe a carga, o lastro é despejado por que a própria carga funciona como contrapeso. Notaram algo estranho? não, né? qual deve ser o problema de retirar água do porto na Holanda e despejá-la no Brasil?

O problema é: As caracteristicas da água de lá não são como as da de cá, e alem disso, dentro dos tanques podem vir larvas e cistos de uma enorme variedade de organismos. Se esses organismos sobreviverem às águas em que são despejados, tornam-se competitivos com as espécies nativas, e isso pode levar a um desequilíbrio de grandes proporções!
O principal problema observado na região de São Luís é a invasão de espécies exóticas de microalgas e caranguejos, estes últimos estão competindo com as espécies nativas das regiões de manguezal, o que prejudica as comunidades que dependem da coleta de caranguejos para sobreviver. O caranguejo nativo está ficando mais raro, e o invasor não é viável para a comercialização. Peixes são prejudicados pelo aumento de microalgas, que podem ser tóxicas, e devido À grande concentração de matéria orgânica vinda de rios no golfão maranhense, várias espécies exóticas se deram bem aqui. Para se ter uma idéia, estrelas-do-mar e ouriços-do-mar não existiam na região do golfão.
A invasão via água de lastro mais conhecida a nível nacional refere-se ao molusco bivalve de água doce e salobra, Limnoperna fortunei, originário dos rios asiáticos, em especial da China. O mexilhão provoca redução de diâmetro e obstrução de tubulações das companhias de abastecimento de água e entupimento de turbinas em hidrelétricas. Os prejuízos causados por essa introdução são enormes, demandando manutenções freqüentes com custos extraordinários, além de afetar a pesca de populações tradicionais e prejudicar o sistema de refrigeração e motores de pequenas embarcações.

Agora outra questão crucial: O que deve ser feito para sanar o problema?
A questão não é o que deve ser feito: é o que poderia ser feito!
As normas com relação ao deslastramento são bem claras: paradas programadas para deslastramento e um novo bombeamento de água para os tanques em alto mar, onde a salinidade é maior e os organismos sobreviveriam com dificuldade. Isso impediria a introdução dessas espécies exóticas. Mas os navios não o fazem primeiro por que a fiscalização não é suficiente, segundo por que para analisar a água de lastro, é preciso filtrar 5000 litros de água, procedimento que leva de 4 a 5 horas, e os capitães dos navios não permitem que outras pessoas embarquem por muito tempo, já que um navio é uma extensão do país cuja bandeira a embarcação leva. Mas o principal motivo é: um navio parado chega a gastar mais de R$ 10 mil POR HORA! ninguém quer perder dinheiro! As capitanias dos portos pensam mais nesse aspecto, e relaxam na fiscalização, achando que tudo está no controle deles. O melhor a ser feito seria haver uma integração dos fiscais com os pesquisadores das universidades, o que ajudaria no avanço das pesquisas, além de promover uma fiscalização mais eficaz e protegeria nossos ecossistemas.

Ainda há muito mais a falar sobre isso!

Saiba mais aqui:
http://www.aguadelastrobrasil.org.br/faqs.html

h1

Defecando e transitando….

outubro 15, 2009

Você compra uma garrafinha PET de refri… bebe, joga fora, e acabou a história, certo?

ERRADO!

Arranje um tempo e veja este vídeo! garanto que sua percepção mudará! x)

LITERALMENTE estamos cagando e andando!

h1

Guitarras (sonhos de consumo)

outubro 7, 2009

Eu sou um guitarrista
Eu sou meio que metido a designer..
Logo, eu me meto a criar design de guitarras de vez em quando! xD
pega meu caderno da faculdade: nos rodapés, margens, etc.. dava pra criar uma fábrica com modelos inéditos e inovadores! (tá.. forcei um pouco.. ehaueahu xD)
Algum empresário e/ou luthier tá a fim de abrir um negócio? xD

mas antes de mostrar minhas criações, vamos às inspirações: desde os modelos mais legais, até os mais bizarros que encontrei. (no Google Images, lógico… quem dera ter uma avenida só com lojas de instrumentos aqui.. xD)
Primeiramente, digo-vos que sou apaixonado por guitarras brancas e/ou com ferragens douradas! pra mim, qualquer guitarra assim fica linda. claro que há exceções! xD
Modelos Clássicos como a Fender Strato e Gibson Les Paul, que são “Hors Concours” quando se fala em guitarra. Mas a variedade de formas do corpo, headstock (cabeça, ou mão da guitarra para os leigos… xD) é tão grande que chegamos a querer uma de cada! XD
algumas características, como formato do corpo, rebaixos, espessura do braço, largura da escala são fator determinante na tocabilidade do instrumento, dependendo do estilo que se quer tocar. guitarristas mais técnicos sentem-se mais confortáveis com guitarras de madeiras leves, design anatômico e braço fino para facilitar a execução de frases em alta velocidade. Guitarras perfeitas para esse objetivo são:
steve
Ibanez JEM (Steve Vai signature series)

esp
ESP Horizon

jackson
Jackson Dinky

Daí, o timbre fica por conta das madeiras utilizadas na construção, captadores, acessórios, mas PRINCIPALMENTE do próprio guitarrista. 70% do som que se ouve de uma guitarra vem da pegada do guitarrista, muito mais do que qualquer outro fator.

Agora a parte interessante… aqueles que querem um impacto visual, uma presença maior, devem acertar no formato do corpo da guitarra, que deve ser bem chamativo! daí vai da escolha pessoal. A marca pioneira em modelos mais ousados foi a Gibson, que lançou na década de 60 os modelos Flying V e Explorer, hoje clássicos que servem de referência para vários outros designs concebidos pelas inúmeras fábricas ao redor do mundo! xD

Desconsiderem a “Reverse Flying V’… ela é feia pra caralho.. eauhuaeheauheuaheauh XD

Um dos modelos mais aclamados por músicos de Heavy Metal hoje em dia, baseado na Flying V éa Jackson Randy Rhoads, criada por ninguem menos que o próprio guitarrista, que gravou no início da carreira solo de Ozzy Osbourne, e infelizmente morreu num acidente em 1982.
Trata-se de uma Flying-V com uma das pontas menor, e ambas mais pontiagudas que a original da Gibson. Embora pareça simples, o efeito visual causado é de uma presença impressionante. chama a atenção logo de cara:
rr
O modelo atual é um pouco diferente, mas sem grandes alterações.

Variações bem interessantes deste modelo tambem merecem destaque, como a ESP signature do Alexi Laiho, do quinteto de Metal finlandês Children Of Bodom:

Alexi Laiho signature series

ESP Alexi Laiho signature

mas ainda acho esta tão mais bonitinha… sério.. eu queria uma dessas! ueahueahuaehueahueaueaueahuaeh XD

Mais um modelo de visual extremamente impactante é a guitarra utilizada por Dimebag Darrel (Ex-Pantera e Damageplan), que também nos deixou de maneira trágica em 2004. O visual das Dean e Washburn Dime mostra toda a agressividade que podemos perceber em sua música:
dime
COWBOYS FROM HELL!! \,,/ Ò.Ó \,,/

Encontrei pela net tambem, sites muito interessantes nos quais você monta uma guitarra do jeito que você quer! (claro, que precisa conhecer os termos guitarrísticos, mas explorando se descobre! xD)
No http://www.jemsite.com/vrg/ você monta uma Ibanez RG/Paul Gilbert/Steve Vai, mudando cores, configurações, acessórios, para deixá-la do jeito que você quer!
O mesmo no JCF Online, mas este é sobre uma Jackson Randy Rhoads.

A guitarra dos meus sonhos é esta.. e a sua? ;D

jackson_strato_rr
quem acertar o que tá no corpo ganha um doce! XD

Vale a pena uma olhada nos sites Dean Guitars, ESP Guitars, Washburn, B.C. Rich e vários outros… XD

No próximo falo mais! ;*

h1

Links interessantes… xD

outubro 5, 2009

Pra nao deixar o blog às moscas… xD

Teste de lógica: Eu matei! e você?

Se fôssemos baratas…

Confira as provas do ENEM que seriam aplicadas ontem e hoje!

Conheçam o Homem Obsoleto! xD

Cansado do emprego? Seus problemas acabaram! xD

Fatos incontestáveis sobre os europeus!

Por que amamos a Bélgica.. xD

Exigências bizarras de rockstars…

Publicidade ontem e hoje!

Joselito não gosta de fumantes! ;D

Motivacional: Ilegal

ping

boa noite! ;D

h1

Pérolas Videoclípticas 02 – Covers

outubro 1, 2009

Boa noite! \o

mal aê o tempo sem postar… tava meio aperriado com a facul.. mas lá vai! XD

A o tema de hoje das pérolas videoclípticas dialético-caóticas é: “Cover” \o/

primeiramente vou mostrar covers em que ambas as versões tenham clips, com dois casos pra analisar:

A primeira música ééé… “Girls Just Want to Have Fun”  da cantora pop Cyndi Lauper (considerada por mim a melhor de todas! dá 15 a 1 em Madonna, e faz a Britney Spears e a Lady Gaga parecerem mais a Stefhany! xD)(e sim! eu não sou o headbanger tr00zão que só gosta dos tr00 bréque métau 666 frõ rél du capets! uheauheauhe XD)
A música lançada em 1983, primeiro silgle de seu album de estréia, alavancou a cantora ao estrelato de maneira inimaginável, e o segundo single “Time After Time” atingiu o primeiro lugar em vários países. O que eu gosto particularmente na Cyndi é que as musicas geralmente nao seguem um simples padrão. geralmente numa mesma música ha variações de harmonia e ritmo bem notórias. O clima alegre e descontraído de “Girls Just Want to Have Fun” aliada à temática da rebeldia, faz dessa canção certamente um dos maiores clássicos da musica pop mundial!
O clip:
http://www.youtube.com/watch?v=Mft3_A6qtRA

A incorporação foi desativada mediante solicitação

FFFFFFFFFFFFFFFFFUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU-

Caçei no youtube todo um video que eu pudesse incorporar, mas nada… malditas gravadoras.. XD
Continuando…

Parodiando o clima de descontração do clip, os italianos da banda de Power Metal Trick or Treat fizeram um video extremamente engraçado, com claras referências ao original da Cyndi, e outras molecagens bem divertidas, alem de imagens de shows e loucuras no backstage! Além de terem mandado muito bem no arranjo da canção, que ficou superpesada para agradar aos Metalheads, mas sem perder a magia! xD

Agora um aviso: se você sente vertigem, ânsia de vômito, tontura ou outros sintomas ao ver coisas nojentas,  pule o vídeo seguinte!
A versão dessa excelente canção por uma “cantora” de criatividade comparada à de um protozoário chega a me causar os sintomas citados anteriormente…
se querem ver, é por sua conta! xD

Miley querida… É fato de que você canta mal! mas não adianta vc abaixar o tom da música em 2 tons e meio… sua voz continua insuportável!

A versão ficou horrível, não acrescentou nada criativo, a Miley Cyrus não passa de mais um produto enlatado da indústria cultural voltada às  criancinhas metidas a patricinhas massas sem acesso a música boa, além do que ela nunca vai conseguir cantar com a mesma energia, técnica e potência da Cyndi Lauper. Quero ver o que o Régis Tadeu falaria desta versão.. aeuheauheah xD

Vamos à outra canção:

Creedence Clearwater Revival foi uma banda de rock and roll americana formada por John Fogerty (guitarra e vocais principais), Tom Fogerty (guitarra), Stu Cook (baixo) e Doug Clifford (bateria), que, sob outras denominações, tocavam juntos desde 1959. Adotaram o nome Creedence Clearwater Revival em 1967, com o qual lançaram as primeiras gravações em 1968. A canção “Lookin’ Out my Back Door”, cujo single foi disco de ouro, foi lançada no álbum Cosmo’s Factory, de 1970, considerado o melhor álbum da banda, tendo sido disco de platina.
Eis o clip da supracitada canção:

Agora imagine essa musica em velocidade aumentada, guitarras distorcidas, solos ultra-rápidos, e vocais agressivos! Pois é.. isso foi feito, e o resultado saiu excepcionalmente bom! fatores determinantes pra isso ter dado certo foram: Alexi Laiho, Roope Latvala, Henkka Blacksmith, Janne Warman e Jaska Ratikainen! isso mesmo! os finlandeses do Children Of Bodom realizaram essa tarefa com maestria! não por acaso eles são, na minha opinião, a banda mais foda da atualidade! xD

O cover saiu como b-side do single Blooddrunk, do álbum homônimo lançado ano passado. Este mês será lançado o álbum de covers Skelentons in the Closet, e como parte de divulgação, foi gravado o clipe para “Lookin’ Out My Back Door”. Fantástica versão! *-*’

Próximo… Ele.. o Rei do pop.. Michael Jackson! XD

Essa realmente é Hors-Concours, mas pra mim, o Michael é completamente secundário, perto das bases de Steve Lukather, e do antológico solo de ninguem menos que Eddie Van Halen! \o/

Agora o momento FAIL!
Eu até tolero o Fall Out Boy… não acho que sejam tão ruins assim, mas porra.. fazer cover de Beat It e chamar o John Mayer para tocar o solo… se ao menos fosse tão técnico quanto o do VH, ou que pelo menos não descaracterizasse tanto, mas o que ele fez foi um SACRILÉGIO! Van Halen é sagrado! Beat It não é Beat It com um solo extremamente simplório, sem criatividade, que até um garotinho de 7 anos faz melhor!!
quem quiser ver, aí está o link… é outro com a incorporação desativada! x)
http://www.youtube.com/watch?v=hI-0Hgu8mUk

Por hoje é só! Espero que eu tenha causado polêmica! quero ver sangue! xD tenham gostado. se gostou, comente! se não gostou, foda-se comente também! xD
Boa noite, povo! até a próxima!