h1

Floresta que dá peixe

abril 1, 2011

Manguezal

Manguezal


É possível uma árvore de 20 metros crescer numa lama mole? essas árvores sobreviverem num solo quase totalmente sem oxigênio? sobreviverem à invasão da água do mar com a maré alta, trazendo muito sal? É possível sim. Isso é o que fazem aquelas árvores que vivem onde ninguém mais quer viver: as árvores de Mangue.
Os manguezais são ecossistemas ditos de baixa diversidade (No Brasil, há só 3 gêneros e 6 espécies de Mangue), porém, a abundância é enorme, e todo o sistema é produtivo. Para a economia e a subsistência das comunidades adjacentes, os mangues são de extrema importância, pois servem de berçário para camarões e peixes, que vem desovar na maré alta, e os ovos e larvas se desenvolvem em poças entre as árvores, e ao atingir a idade adulta, vão para mar aberto aproveitando a maré alta. daí o pescador afirmar que “o mangue é floresta que dá peixe”.
Outra grande fonte de renda retirada dos manguezais são os caranguejos, um grande atrativo da culinária de vários lugares. Os principais caranguejos coletados para alimentação são o Caranguejo Uçá (Ucides cordatus) e, minoritariamente, o Guaiamu (Cardisoma guanhumi).
uça
Uçá
guaiamu
Guaiamu
A coleta dos caranguejos é feita respeitando-se as regras de pegar apenas os machos, fora do período de reprodução, durante as chuvas de verão, para garantir a manutenção da população pros próximos anos: O Uçá atinge seu tamanho comercial com 7 anos de idade pelo menos. são presentes também pequenos caranguejos conhecidos como Chama-maré (Uca spp.), extremamente territorialistas e cavam tocas na lama para viver, se caracterizam pelos machos terem um quelípede (a ‘pinça’) grande e um bem reduzido, e devem seu nome popular ao movimento que os machos fazem para atrair as fêmeas com seu quelípede maior.
uca
Outros caranguejos característicos dos manguezais são o Aratu vermelho (Goniopsis cruentata) e o Aratu Marinheiro (Aratus pisonii). o primeiro vive na lama entre as raízes do mangue, tem uma coloração escura com as patas vermelhas, atinge porte médio, não cava tocas e movimenta-se numa velocidade impressionante. O último costuma ser bem pequeno, apresenta uma coloração cinzenta, ou preta com manchas brancas e é arbícola: quando a maré sobe, ele escala as árvores pois não suporta ficar submerso.
goniopsis
aratus
Aves também encontram seu lar nos manguezais, como por exemplo o Guará (Eudocimus ruber), ave símbolo dos manguezais maranhenses, que deve a coloração vermelha de suas penas a sua dieta composta de caranguejos, que possuem um pigmento dessa cor, e o Taquiri-do-mangue (Nycticorax nycticorax), chamado em outras regiões de Savacu.
guará
Guará
taquiri
Taquiri-do-mangue
Na flora destacam-se o Mangue Vermelho (Rhizophora mangle, R. racemosa e R. harrisonii), com suas rizóforos, raízes expostas e que formam uma ampla base, garante a sustentação na lama, e resolvem o problema da anoxia do solo com as Lenticelas, estruturas adaptadas a captar o ar atmosférico.
mangle
O Mangue negro (Avicennia germinans, A. schaueriana), que não apresenta rizóforos mas possui raízes radiais rasas e amplas, com Pneumatóforos: Raízes com geotropismo negativo, ou seja, que crescem para cima, aflorando do solo, tendo a função de captar o ar atmosférico com lenticelas. Absorve a salinidade da água do mar, eliminando cristais de sal pelas folhas. Também chamado de Siriúba, palavra de origem indígena, significando “Árvore do caranguejo” devido ao fato das tocas de caranguejos serem presentes mais próximas das raízes da Avicennia.
avicennia
Por último, o mangue branco ou tinteira (Laguncularia racemosa) é uma espécie que procura solos mais arenosos, e apresentam pneumatóforos menos proeminentes. destaca-se pela pesença de folhas amareladas, prestes a serem trocadas.
laguncularia1
As árvores de mangue não produzem sementes, pois desenvolveram viviparidade. A semente germina dentro do fruto ainda preso à planta-mãe, e dá origem a propágulos. No Mangue vermelho, os propágulos tem a forma de canetas, sendo bastante encontradas em praias. propágulos podem ficar à deriva por até um ano antes de encontrarem um solo propício para se desenvolverem.
propagules
As plantas do mangue são seres endêmicos de manguezais, que não suportam competição por espaço e nutrientes com outras espécies de terra firme, tendo que viver em condições adversas com a salinidade da água e solo anóxico. Devido às condições que oferecem, os mangues são considerados ecossistemas altamente produtivos, garantindo alimento, proteção, condições de reprodução e crescimento para muitas espécies de valor comercial. O principal valor dos manguezais está na produção e exportação de detritos orgânicos para as águas estuarinas. Os detritos em suspensão nas águas, compostos principalmente por fragmentos de folhas de mangue, formam a base alimentar de diversas espécies de caranguejos, camarões e peixes. De todos os ecossistemas, o manguezal é um dos mais produtivos e também o mais vulnerável aos efeitos do desenvolvimento econômico e do crescimento desordenado das populações humanas. Devido a essa fragilidade, o Manguezal é um ecossistema extremamente vulnerável, sendo por vezes aterrado, desmatado e tendo sofrido com lançamento de lixo. O principal valor dos manguezais está na produção e exportação de detritos orgânicos para as águas estuarinas. Os detritos em suspensão nas águas, compostos principalmente por fragmentos de folhas de mangue, formam a base alimentar de diversas espécies de caranguejos, camarões e peixes.
Devido às condições que oferecem, os mangues são considerados ecossistemas altamente produtivos, garantindo alimento, proteção, condições de reprodução e crescimento para muitas espécies de valor comercial.
As comunidades que vivem perto dos mangues precisam ser educadas para evitar a poluição das florestas de mangue, estimulando atividades sustentáveis que proporcionem ganho tanto para a sociedade quanto para o meio ambiente.

Anúncios
h1

*assopra o pó do criado mudo*

março 27, 2011

nossa… minha frequencia de posts caiu muito.. preciso retomar o ritmo disto aqui! xD

Enfim, boa noite.. pra não dizer que passei um ano apenas com 2 posts, vamos ao primeiro post de 2011… que lástima.. tem posts de 2009 nesta página… se isso fosse um blog de besteiras tipo o Não Salvo ou o Jacaré Banguela, isso com certeza não aconteceria… isso se eu não tivesse uma vida fora da internet (aham, Cláudia, senta lá…)

só avisando que nos proximos dias postarei bem mais frequentemente, principalmente sobre educação ambiental, ecologia, e minhas experiências na Oceanografia. se tiver uma besteirinha engraçada, posto tambem… só não postarei coisas que zilhões de blogs postam, como falar sobre Bullying e mostrar o video do Zangief Kid… nem mencionarei que minha cidade não participou ontem da Hora do Planeta, e que nessa hora eu estava num show de rock no Reviver… pelo menos lá dentro apagaram as luzes! XD

Enfim, a curiosidade inútil é que este é o primeiro post que faço do meu notebook, comprado em Dezembro… o que facilita bastante as coisas, pois agora moro na UFMA e durmo e passo os fins de semana em casa (ou não). ou seja: pode ser que dê pra postar durante a semana, aidna divulgar os projetos do Laboratório de Manguezais (LAMA) e do Centro de Recuperação de Manguezais (CERMANGUE). proximo evento, pedirei para que seja nomeado pela profª Flávia Mochel. O talento dela para nomes e siglas é uma coisa impressionante! xD

Então é isso.. pra resumir tudo, é pra avisar que eu to voltando! XD

Fiquem com uma trilha sonora poderosa, dos alemães do Primal Fear, e imaginem como é ver isso ao vivo, com Magnus Karlsson e Alex Beyrodt nas guitarras! XD

h1

#MaranhaoFacts – Welcome to the Freak Show!

setembro 7, 2010

Boa noite! agora posso falar com propriedade a expressão “Há quanto tempo!” =D

Chegaram as eleições… e não vou cantar a musiquinha do começo daquele video do Felipe Neto! se bem que acho as opiniões dele bem válidas!
Hoje, estava assistindo ao Horário Eleitoral e tive meio que uma epifania, que vc que segue meu twitter pôde acompanhar! a incrível série #MaranhaoFacts! a prova irrefutável de que as pessoas mais poderosas do país vivem no meu estado! \o/
o problema é que elas querem cada vez mais poder… e foder com a vida da gente. vamos aos fatos!

o Maranhão é o único estado que tem uma constituição própria para Sarney e seus aliados. e esta está acima até da nacional! #MaranhaoFacts

Sabe “Os Incríveis”? aquela família super poderosa? pois é… #MaranhaoFacts

Quando um maranhense foi presidente, um macumbeiro ganhou medalha de comendador da república #MaranhaoFacts

Macumbeiro com medalha de Comendador da República não existe nem na Bahia! #MaranhaoFacts

Como o ACM morreu, o Maranhão agora é o único estado cujo sistema de governo é a monarquia! #MaranhaoFacts

E o Vaticano não é o único Estado absolutista remanescente no mundo! #MaranhaoFacts

O Tribunal Regional Eleitoral do MA consegue ser superior até mesmo ao Tribunal Superior Eleitoral #MaranhaoFacts

Se promessa é dívida, Roseana deve até a alma! #MaranhaoFacts

Sabe o Tancredo Neves? sabe o macumbeiro comendador? pois é… #MaranhaoFacts

Se existisse segunda divisão no ranking de desenvolvimento dos estados brasileiros, o MA seria campeão! #MaranhaoFacts

Ou quem sabe da terceira… ou quarta… #MaranhaoFacts

Os maiores produtos de exportação, hoje, do MA são: Doentes para o Piauí e Operários para Goiás e São Paulo! #MaranhaoFacts

Lei da ficha limpa?? Ah, existe por aqui… o Papai Noel e o Coelhinho da páscoa também! #MaranhaoFacts

He-Men não é o homem mais poderoso do Universo! http://pud.im/6d0 #MaranhaoFacts

Propaganda é mais importante que educação… e dane-se a avaliação do ENEM! http://pud.im/6dd #MaranhaoFacts

A Vantagem de ser candidato à reeleição é clara! dá pra investir pra caralho em Marketing! http://pud.im/6d2 #MaranhaoFacts

Qual será a comissão desses ministros do TSE, hein? http://pud.im/6d8 #MaranhaoFacts

Construir presídios é muito mais importante que construir escolas! #MaranhaoFacts

Considere sempre a influência de seu inimigo. Exceto a “deste” inimigo. é tão grande que qualquer ação é insignificante! http://pud.im/6d0 #MaranhaoFacts

Na verdade, o erro de Jackson foi não ter destruído o Um Anel na lava da Montanha da Perdição! #MaranhaoFacts

Igualmente importante é comprar muitas armas para os policiais militares, para reprimir a violência. lógico, que alguem foi lá e roubou as armas… mas é importante mesmo assim! #MaranhaoFacts

Bandidos armados com pistolas .40 aee \o/ #MaranhaoFacts

Se eu casso um governador e pego um mandato pela metade, tudo o que ele ia fazer, deixa de ser dele! é seu! nem que ele tenha deixado várias escolas prontas, se você inaugurou, você fez! #MaranhaoFacts

E para finalizar, #MaranhaoFacts por Arnaldo Jabor…

E por Marcelo Tas!

Eu vou votar nulo. Sei muito bem que não vai fazer diferença nenhuma a quatidade de votos nulos, mas pelo menos fico com a consciência tranquila de que não ajudei a eleger um pilantra.

That’s all, folks! Auf Wiedersehen!
Küsse ;**

h1

Cruz Suástica: um símbolo de boas energias

abril 4, 2010

Boa noite, caros visitantes!

Antes de mais nada, quero ressaltar que o objetivo principal deste post é desmistificar a imagem da suástica como sendo um símbolo exclusivamente nazista e falar dos reais significados que pode ter nas diversas culturas em que aparece, dos índios Hopi aos Astecas, dos Celtas aos Budistas, dos Gregos aos Hindus.

O nome suástica vem da palavra sâncrita svastikah (स्वस्तिक), que significa bem-estar e boa fortuna. é basicamente uma linha reta com braços perpendiculares a cada extremidade, seguindo em direções opostas. Uma característica fixa é a rotação em 180° de simetria e não eqüilateral – portanto com ausência de simetria reflexiva entre as suas metades. É um símbolo que existe a mais de 5000 anos e desperta curiosidade por ser encontrado em numerosas culturas que não tinham conhecimento umas das outras, porém os desenhos de suásticas costumam ser bem diferentes.

A Suástica é encontrada em templos hindus, símbolos, altares, quadros e na iconografia sagrada que há por toda parte. É usada em todos os casamentos hindus, nos festivais, em cerimônias variadas, nas casas e portões, em roupas e jóias, meios de transporte e até mesmo como elemento decorativo de pratos diversos, como bolos e massas. O deus Ganesha é frequentemente retratado sentado em uma flor de lótus sobre uma cama de suásticas, e/ou com uma suástica na palma da mão. Para o Hinduismo, os dois símbolos representam as duas formas do deus criador, Brahma: voltada para a direita (卍), a cruz representa a evolução do Universo (ou Pravritti); para a esquerda (卐), simboliza a involução do Universo (Nivritti). Também pode ser interpretado como representando as quatro direções (Norte, Leste, Sul e Oeste), com significado de estabilidade e solidez.
É um dos 108 símbolos de Vishnu – e representa ali os raios do Sol, sem os quais não haveria vida.

Ganesh

Ganesh

O Jainismo dá mais ênfase à suástica que o Hinduísmo. Representa o sétimo Jina (Santo), o Tirthankara Suparsva. É considerada uma das 24 marcas auspiciosas, emblema do sétimo arhat dos tempos atuais. Todos os templos do Jain, assim como seus livros santos, contêm a suástica. Suas cerimônias começam e terminam com o desenho da suástica feito várias vezes em volta do altar.

A suástica estava também presente na mitologia eslava pré-cristã. Era dedicada ao deus do Sol, chamado Svarog, e tinha o nome de Kolovrat (em polonês: kolowrót). Na República Polonesa o símbolo da suástica era popular entre os nobres. As crônicas registram que o príncipe Oleg, varangiano (um dos povos escandinavos), que no século IX junto aos seus guerreiros vikings russos conquistaram Constantinopla, havia inscrito uma suástica vermelha nos portões daquela cidade. Várias das casas nobres da Polônia, como por exemplo Boreyko, Borzym, e Radziechowski da Rutênia ostentavam suásticas em seus brasões. As famílias alcançaram a nobreza entre os séculos XIV e XV, e a cruz suástica pode ser vista em muitos livros de heráldica então produzidos.
O Museu do Vaticano contém várias amostas de cerâmica etrusca com a suástica representada.

Na Finlândia a suástica era usada como uma marca nacional e oficial do Exército Finlandês entre 1918 e 1944, e também pela Força Aérea daquele país por algum tempo. A cruz era pintada nos aviões na cor azul claro sobre um fundo branco. A suástica azul era um símbolo de boa sorte usado pela família sueca do Conde Eric von Rosen, que doou o primeiro aeroplano para a Finlândia para a “Guarda Branca” durante a guerra civil daquele país. A suástica aparecia em muitas medalhas e condecorações finlandesas. Isto se deu sobretudo durante a Primeira Guerra Mundial. A “Cruz de Mannerheim” era a equivalente finlandesa para a Cruz da Vitória ou Victoria Cross, a Croix de guerre ou a Medal of Honor. Não havia qualquer conexão oficial com o Partido Nazista, mas representava a “Cruz da Liberdade”, uma antiga ordem finlandesa. Entretanto, houve uma aproximação com a Alemanha nazista, uma vez que Rosen foi um dos fundadores do Nationalsocialistiska Blocket – a versão nazi sueca de partido político. Posteriormente Rosen ganhou uma maior e íntima ligação com a Alemanha nazista com o casamento de Hermann Göring com Karin Kantzow, que era irmã de sua esposa.

O Budismo foi fundado pelo príncipe hindu Siddhartha Gautama. As duas formas da suástica são uma herança dessa cultura. A suástica marca as fachadas de muitos templos budistas e qualquer das duas variantes costumam ser desenhadas no peito de muitas esculturas de Buda, e freqüentemente aparece ao pé da estatuária de Buda.
Em razão da associação da suástica voltada para a direita com o nazismo após a segunda metade do século XX, a suástica budista, fora da Índia, tem sido utilizada apenas na sua forma (卍 – virada para a esquerda).
O budismo explica que o símbolo gira no sentido horário e, automaticamente, absorve energia do universo, promovendo a auto-salvação de quem a usa. Ao girar no sentido anti-horário, ela emite energia, oferecendo a salvação ao próximo.

Suástica em um templo budista da Coréia.

Suástica em um templo budista da Coréia.

Buda, com a suástica voltada para a direita.

Buda, com a suástica voltada para a direita.

A suástica, usada na arte e escultura budistas, é conhecida dentro da língua japonesa como “manji” (que, literalmente, pode ser traduzido como: caractere chinês para eternidade – 万字), e representa o Dharma, a harmonia universal, o equilíbrio dos opostos. O símbolo virado à esquerda representa amor e piedade; voltado para a direita é força e inteligência. Observe que as galáxias são estruturadas desta forma, e os nossos centros de força (Chakras) também possuem esse desenho.

A suástica no Nazismo tem as suas pás invertidas e é inclinada 45º:

suasticas

Com a alteração estética no símbolo, Adolf Hitler, que era ocultista e sobreviveu a 42 atentados contra a sua vida sem ferimentos, queria representar o roubo da energia do universo para seus propósitos. A ideia era paralisar o tempo e iniciar os mil anos de domínio da Nova Ordem: o 3º Reich. O Partido Nazista ( Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei ou NSDAP ) formalmente adotou a suástica ou ‘Hakenkreuz ‘ (cruz curva, numa versão literal) em 1920.
O símbolo era usado na bandeira do partido, distintivos e braçadeiras – embora tenha sido não oficialmente usado pelo NSDAP e seu antecessor: o Partido dos Trabalhadores da Alemanha (Deutsche Arbeiteerpartei – DAP)

Em Mein Kampf, Adolf Hitler escreveu:
“Eu, enquanto isso, depois de tentativas inumeráveis, tinha colocado uma forma final; uma bandeira com um fundo vermelho, um disco branco, e uma suástica preta no meio. Depois de tentativas longas eu achei também uma proporção definida entre o tamanho da bandeira e o tamanho do disco branco, como também a forma e espessura da suástica.”
Vermelho, branco, e preto – usadas por Hitler – já eram as cores da bandeira do velho Império alemão.

Me sinto na necessidade de levar essas informações às pessoas para evitar constrangimentos como o que um casal proprietário de uma loja no Rio de Janeiro passou, na seguinte notícia de 12 de Fevereiro de 2010:

buda

Policiais civis apreenderam um biombo com cerca de dois metros de altura que traz a figura de um Buda com a cruz suástica (não invertida nem inclinada) no peito, na loja de bijuterias e decoração oriental Cheia de Graça. Atenderam a uma denúncia de que a imagem faz apologia ao nazismo.

– Vamos apurar também junto ao fabricante da peça, no Rio Grande do Sul, se há tentativa de propaganda escamoteada – afirmou o delegado Henrique Pessoa, responsável pelo Núcleo de Combate à Intolerância Religiosa.

Estupefatos, os proprietários da loja não compreenderam a ação.

– Isso tudo é de uma ignorância sem comentários. Esse símbolo existe na cultura oriental há mais de 5 mil anos, quando o nazismo nem pensava em nascer. Tentei evitar a confusão, mas não teve jeito: a polícia apreendeu o biombo e eu estou nervosa até agora com essas acusações – desabafou a proprietária Samara Nolding.

De acordo com o marido de Samara, também proprietário da loja, o biombo custa R$ 590 e foi fabricado há cerca de dois meses. O casal é de Florianópolis (SC) e mantém 13 lojas em vários estados.

– É muito ruim você estar 100% certo e sofrer punição como se tivesse cometido algum erro. Esta sensação é horrível e irreparável. Tinha uma festa e Carnaval na escola da minha filha que nós não tivemos como ir – disse José Henrique, que faz questão de ressaltar que é católico.

Autores da denúncia, o deputado estadual Gerson Bergher e a vereadora Teresa Bergher, ambos do PSDB, acompanharam a operação junto com membros da colônia judaica.

– Vivemos em um mundo globalizado e ninguém pode desconhecer o que é a cruz suástica. Criada pelos povos antigos como um símbolo do bem, ela foi incorporada ao nazismo por Adolf Hitler. A sociedade deve denunciar – protestou Teresa.

A mesma notícia é veiculada no website da vereadora em questão, mas com informações deturpadas, como por exemplo a que os donos da loja “alegaram desconhecer que a cruz suástica fosse um símbolo nazista, foram encaminhados à delegacia, onde prestaram depoimento à tarde.” e mostrando apenas seu próprio ponto de vista.

Por increça que parível, são políticos os responsáveis por atos levados adiante por pura ignorância. Se a suástica budista deve ser coibida, deve-se proibir crucifixos, estrelas-de-davi, crescentes islâmicos, entre outros símbolos religiosos, tendo em vista que os seres humanos são todos iguais e que cada um de nós tem o direito de ter uma crença, ou não. Precisamos de governantes para nos assegurar de nossos direitos, e organizar, e não criar confusão por pura ignorância e estupidez!

êe, Brasil….

h1

Polêmica do dia: Downloads gratuitos prejudicam os artistas?

janeiro 22, 2010

Já dizia Charles Darwin, A espécie que sobrevive não é a maior ou a mais forte: é aquela que melhor se adapta. E mais uma prova de que o Darwinismo pode se aplicar aos mais variados assuntos, tanto naturais quanto humanos e sociais.

Com o surgimento dos programas de compartilhamento de arquivos “Peer to Peer” (ou simplesmente p2p, que permite que arquivos sejam compartilhados diretamente de vários computadores pessoais, sem ter que ser armazenados num servidor.) a Indústria fonográfica se viu ameaçada: Arquivos de audio digital poderiam ser distribuídos gratuitamente, eliminando a necessidade da pessoa comprar o disco. Medidas começaram a ser tomadas, nos EUA, pessoas foram presas para servir de exemplo. o problema ocorrido foi: como os mandados de prisão eram aleatórios, ocorriam casos como o de uma menina de 12 anos autuada por download ilegal, e de uma senhora idosa que havia morrido dias antes do mandado de prisão. FAIL da polícia. xD

Outros exemplos do ataque aos baixadores compulsivos foram: o Metallica ter processado o Napster, por ter tido demos publicadas sem seu aval na internet. os suecos criadores do tracker de BitTorrent chamado The Pirate Bay terem sido processados por diversas empresas de entretenimento e julgadaos pela justiça sueca, gerando protestos por parte dos simpatizantes dos downloads, e o site ter sido fechado, (o The Pirate Bay sobreviveu, mas o Mininova não escapou! e o Torrent Reactor ainda funciona). Ed O’Brien, do Radiohead, Dave Rowntree, do Blur, e Tim Rice-Oxley, do Keane, são alguns dos músicos que aderiram ao movimento ‘Featured Artists Coalition’, contra a idéia de um projeto de lei que visa combater os downloads ilegais. O objetivo do projeto de lei é punir quem persistir em baixar músicas ilegalmente. A proposta é que sejam enviados aos usuários até três avisos e que depois se proceda a uma redução significativa da velocidade da conecção à Internet, caso continuem com as infrações.

Enquanto isso, alguns artistas tentam se reinventar para poder viver esta era dos downloads. Um avanço seria o download pago, pelo qual se paga de um a dois dólares por música. empresas como Amazon.com e Apple, por meio do iTunes exploram bem este conceito. isso seria bom por exemplo para aqueles que compram um CD por causa de uma ou duas musicas que estão nele. O que o Radiohead fez foi uma revolução: lançou seu álbum In Rainbows primeiro na internet, podendo o usuário pagar o quanto quisesse pelo download, ou até não pagar. (Thom Yorke revelou depois que os mais generosos foram os espanhóis e os mais canhengas foram os brasileiros. por que será que eu não fiquei surpreso?) O Próprio The Pirate Bay é palco de estratégias para reafirmar os pontos positivos dos downloads. a banda sueca Lamont, de glam rock, decidiu oferecer o seu álbum de estreia Golden Daze na Internet. O sucesso alcançado foi quase instantâneo, com mais de 100 mil downloads em 24 horas. a popularização da banda acarretou em vários convites para shows, eventos e contratos com gravadoras.

seguem algumas opiniões (divergentes entre si, por sinal) de artistas sobre os downloads.

Rafael Bittencourt, do ANGRA, em entrevista ao HEAVY METAL WAY:

Infelizmente, vivemos a era do ‘compartilhamento’ via Internet, onde pode-se encontrar fácilmente o “Brainworms” para download. Na sua opnião, qual a solução para esta praga que afeta músicos e todo o mercado da música ?

Rafael Bittencourt: Esta é uma questão difícil. Estamos todos no cenário musical quebrando a cabeça para encontrar uma saída e aparentemente ninguém tem a solução. Quando um supermercado é saqueado, não existe solução a não ser, reconstruir do Zero, investir em segurança etc. Quando uma onda de invasão de supermercados é incorporada pela população ao ponto de as autoridades largarem mão de intervir, isso gera uma discussão profunda sobre civilidade e instauração da democracia. Uns dirão que se a maioria assim quer, a voz desta maioria – no caso a população invasora – deve valer como lei. A minoria – os donos de supermercado, fornecedores, trabalhadores da área etc – gritará por socorro porque estará sendo MUITO prejudicada.
Quem tem a razão? Difícil… Estamos neste impasse. As pessoas cometem diariamente infracções anonimamente na internet e em algumas áreas a net virou terra de ninguém. Hoje a lei, quase no mundo todo, não permite que as pessoas se apropriem sem autorização de fotos, músicas, programas etc. Mas isto virou parte do dia-a-dia das pessoas porque não há mecanismos para impedir. É um assunto extenso… Estão em vantagem os países que têm uma boa estrutura social e de educação. EUA, Suécia, Alemanha, Inglaterra, Suíca e Japão estão entre os que mais arrecadam com download pago. Porque o povo é mais civilizado e não quer prejudicar o seu ídolo. Em países em desenvolvimento como o Brasil, Congo, Indonésia, Malásia etc. a falta de educação é um problema mais crítico que atinge todos os campos sociais e ninguém quer fazer sua parte.

Bruce Dickinson, do Iron Maiden em comversa com o DNAIndia.com

“Isso afeta artistas que mantém relações apenas com suas gravadoras e dependem da venda de seus discos e não de seus fãs”, disse. “Duas décadas atrás, as gravadoras detinham o monopólio sobre a indústria da música, porém agora há mais competição e democracia. Talvez a indústria esteja retornando aos anos 20 e 30, quando a música era tocada ao vivo sem gravadoras”.

Quanto aos bootlegs e troca de material via internet, Dickinson comentou: “Isto também é algo que tem a ver com nossa relação com os fãs. Estamos cientes que nossas gravações extra-oficias de shows ao vivo são frequentemente baixadas na internet e algumas são muito boas.”

“Os fãs também compram as mercadorias oficiais, que garantimos ter boa qualidade. Entretanto, o que não endossamos são as pessoas que lesam nossos fãs e a banda com material de péssima qualidade”.

Vivan Campbell, guitarrista do DEF LEPPARD, sobre porque depois de 30 anos no mundo da música, a banda está vendo seu público cada vez mais jovem.

“Isso é um produto da pirataria da música mais do que tudo”, explica Campbell. “Não estou dizendo que seja ruim. Acho muito bom, na verdade. Muitos garotos começam a ouvir os clássicos pois trocam arquivos. Eles têm 4.000 ou 5.000 músicas em seus iPods, ou seja $4000 ou $5000 em seus iPods, pelo preço do iTunes, pelo menos. Um garoto de 12 anos não pode pagar isso. Quando crianças trocam arquivos, atualmente é uma coisa boa para as bandas clássicas como nós. Isso apenas não é bom para as bandas novas que estão surgindo e precisam vender álbuns”.

Sharlee D’Angelo, baixista do Arch Enemy, em entrevista com o site grego Metalpaths.

Nós estamos em uma crise financeira mundial. Você acha que a crise tem um efeito negativo para a música também? Muitas gravadoras estão falando sobre a abolição material dos CDs e sua substitução por álbuns digitais. Qual é o seu ponto de vista?

Sharlee: “Eu sou um cara old school. Quero dizer, quando eu cresci, a princípio existia o vinil. Então, para mim foi um retrocesso o CD. Agora, não ter nada, realmente não é para mim, mas eu entendo como os jovens ouvem música basicamente através de seus telefones (risos). Mas o negócio é que as bandas passam muito tempo no estúdio, fazendo discos perfeitos, a maneira como eles querem que soem, que é irrelevante hoje em dia porque as pessoas ouvem música através do telefone celular, então, qual é o objetivo de produzir um álbum (risos)? Há muitas maneiras diferentes de ver isso, mas para isso, os tempos mudam e você tem que ir com ele, mas pessoalmente eu gosto do produto físico”.

Dani Nolden, vocalista do Shadowside, ao site brasileiro Rock Way:

Dani, vivemos a era do “compartilhamento” via internet. Por um lado, o artista consegue chegar mais facilmente na casa do fã, por outro, gasta-se muito dinheiro na produção de um CD ou DVD para ser “baixado” sem o merecido pagamento e reconhecimento. Qual a sua avaliação?
Dani Nolden: Eu ainda não tenho certeza se o CD realmente é baixado dessa forma… será mesmo que o fã que baixa música compraria tudo que ele baixa? Eu, sinceramente, acredito que se houve uma queda significativa nas vendas, foi porque o público simplesmente deixou de comprar um disco inteiro por causa de apenas uma música, como era o caso antigamente. Se ninguém mais compra discos, como uma banda nova como o Evanescence vendeu milhões de cópias? Claro que se gasta muito dinheiro na produção de um disco. Claro que nós queremos vender. Mas o público decidiu que o compartilhamento de arquivos está aqui para ficar. Ninguém mais compra um álbum sem escutá-lo inteiro antes. Então cabe a nós, artistas, nos adaptarmos.. Nós permitimos que as pessoas escutem o Dare to Dream inteiro no nosso MySpace, todos na Espanha, sem exceção, haviam baixado o Dare to Dream antes da nossa turnê por lá, porque o disco ainda não estava disponível no mercado. Então, eles foram aos shows e vendemos discos ou camisetas para mais da metade do público presente em todas as apresentações. Aqui no Brasil, fomos um dos CDs mais vendidos no país, logo no mês de lançamento, ao lado de bandas como Heaven and Hell e Iron Maiden. Acho que tudo isso força as bandas a fazerem discos excelentes e não apenas duas ou três faixas fortes, explorar mais merchandising como camisetas e outros artigos, além de pensar em formas alternativas de vender música, como mp3 players com a discografia da banda, com vídeos, fotos, arte gráfica, tudo dentro de um pendrive/mp3 player, e repensar em estratégias para vendas de CDs, enquanto esse tipo de mídia ainda sobreviver. Não adianta chamar o fã de ladrão e dizer que ele tem que comprar seu disco. Se ele tem dinheiro para comprar apenas um disco e precisa escolher entre o seu ou de outro, ele vai escolher o que gosta mais. Se ele ainda não tem e pretende juntar, ele vai baixar as músicas para escutar enquanto isso. Se ele não pretendia comprar, mas vai a um show, é bem possível que ele acabe “contagiado” pela energia do show e mude de ideia na hora. O formato da indústria mudou e nós temos que mudar com ela.

Este que vos escreve, em particular, concorda plenamente como que disseram a vocalista Dani Nolden e o baixista Sharlee D’angelo. Este é o motivo pelo qual iniciei o post com uma citação de Darwin. Gosto muito de ter o CD em mãos original, ler o encarte com as letras, informações e tudo o mais. Mas também vejo nos downloads uma forma de conhecer novas bandas, novos artistas, e novos sons de velhas bandas e artistas, ou mesmo manter um acervo digital de diferentes épocas e estilos. outro motivo é a dificuldade em encontrar títulos de meus artistas preferidos, ou o alto preço que às vezes é preciso pagar. um DVD original de um show, por exemplo, não sai por menos de R$ 40,00. além disso, muitos dos meus CDs físicos eu ouvi antes via download.

O mundo evolui. nós, que vivemos nele, ou nos adaptamos, ou pereceremos!

tenham um bom dia! quero ver a polêmica formada! XD

h1

Tim Burton para Insônia!

janeiro 22, 2010

Bom dia, raros caros visitantes!

insone estou nesta madrugada, peregrinando por esta terra de ninguém que é a internet, atrás do que quebrar meu tédio… xD

Enfim, no primeiro post de 2010, eu gostaria de postar uma excelente animação em Stop-motion, a primeira da carreira do hoje consagrado diretor Tim Burton. O que me atrai tanto nas suas produções é seu estilo sombrio, enigmático e exótico, ora no formato de animação, ora no formato de filme “Live action”… o que foge bem do lugar comum das produções Hollywoodianas hoje em dia. algumas produções notórias dele são The Nightmare before Christmas (O Estranho mundo de Jack), Edward Scissorhands, Corpse Bride, Sweeney Todd, o mais recente e interessantissimo “9”, e sua vindoura versão para o clássico Alice no País das Maravilhas. (este último com verba da Disney. viva o capitalismo, ou melhor, não!)

A Estréia de Tim Burton no campo da animação Stop-motion é com o excelente curta “Vincent” que conta a história de Vincent Malloy, um garoto de 7 anos que quer ser como Vincent Price. A narração é do próprio Price.

Até mais!

h1

Exigências Bizarras [não só do rock] xD

dezembro 29, 2009

Aqui estou eu postando depois de um hiato de… ah.. sei lá.. faz tempo mesmo que nao postava! XD
he-hein… já passou o natal, e eu ainda nao estou de férias de fato! na primeira semana de 2010 já tenho provas de Ecologia e também de Biogeoquímica. Situação da banda: estagnada! necessitamos urgentemente de um baterista pra um evento que estamos organizando. [se houver algum baterista lendo estas linhas, residente em São Luís, MA, que queira tocar Power Metal, por favor, manifeste-se]
e minha conta no banco Real é lenda! vou ter que ir lá ver isso…

CHEGA DESSA PALHAÇADA! XD

Aquela listinha de exigencias de artistas do Rock/Metal alguns de vcs já deve ter visto no Insôônia! pra quem não viu, aqui vai! xD

1. Gorgoroth – 50 cabeças de ovelhas, 200 metros de barbante, 1 carpinteiro, papel higiênico rosa extra-macio. [essa ultima é exigencia particular do Gaahl! -ui]

2. Iggy Pop – Uma faca afiada, chá de pólvora chinês, um jornal de língua inglesa, um monitor que fale inglês e não tenha medo da morte, um imitador do Bob Hope, 7 anões, 6 garrafas de cerveja boa da região, 2 garrafas de Bordeaux (vinho).

3. Marilyn Manson – Ar-condicionado sempre no máximo, balinhas de goma da Haribo, Doritos, absinto, uma prostituta careca e sem dentes. [Mesmo uma prostituta careca sem dentes consegue ser menos feia que o Marilyn Manson]

4. Guns n’ Roses – Cigarros Dunhill, Marlboro, Camel, revistas adultas (Playboy, Penthouse). [porra.. isso é normal! xD]

5. Sammy Hagar – Vodka Absolut, Jack Daniels, Bacardi Anjeo, tequila Premium, 6 limões, 4 copinhos, aipo (cortado e não descascado). [que diabo de drink é esse que ele faz?]

6. Motley Crue – Maionese Kraft, mostarda Grey Poupon Dijon, manteiga de amendoim Skippy Creamy, uma jiboia de 12 metros de comprimento, uma sub-metralhadora, horários marcados nos AA da região. [será que se mandarem uma Píton eles reclamam?]

7. Korn – Advogado, médico, dentista.

8. Poison – Um intérprete para os fãs surdos. [#reflita]

9. The Bloodhound Gang – Um macaco.

10. The Darkness – Absinto, suco de frutas.

11. Foo Fighters – Queijo fedorento.

12. Kiss – Um suprimento de bonecas infláveis do Kiss.

13. HIM – Bíblias.

14. Rollins Band – 2 caixas grandes de cereal, 2 litros de leite e 2 litros de leite de soja, café escuro torrado italiano, 12 barrinhas de proteína.

15. Van Halen – Uma bacia de M&Ms, sem nenhum de cor marrom. [curiosidade: num show dos Rolling Stones, uma das exigencias deles foi justo uma bacia com os M&Ms marrons que o Van Halen descartou]

16. Taking Back Sunday – Um poster do Michael Jackson da era pré-Dangerous. [racistas… xD]

17. Bon Jovi – 2 esfregões, 2 baldes, 2 vassouras, 2 rodos grandes.

18. Led Zeppelin – Ferro de passar, tábua de passar.

19. LIMP BISKIT – Lâmpadas fluorescentes.

20. Def Leppard – Suco de frutas, biscoitos de trigo, ameixas muito muito pequenas.

21. Nickelback – Passar a tarde jogando golfe.

22. Motörhead – Ovos de chocolate Kinder Ovo. [essa é tr00! \õ/]

tem mais alguns que vi por aí… bem bizarros mesmo!

Mariah Carey: dois purificadores de ar, uma caixa de canudinhos, serviço de chá para oito pessoas, mel da marca Honey Bear, espaço para seus cachorros e, acredite, uma pessoa responsável por tirar de sua vista os chicletes mascados que ela deposita em embalagens especiais.

Franz Ferdinand: Dois pares de meias, dois pares de cuecas (pequenas, veja bem), quatro cartões-postais com selos e dois exemplares de jornais britânicos – um que seja “de qualidade”, o The Guardian, e um tabloide, que pode ser o The Sun ou o Daily Mirror.

Faith No More: ao longo de 30 páginas, há pedidos como 12 pares de meias de algodão brancas e pretas, dúzias de toalhas pessoais pré-lavadas, secas e “fofinhas como um filhote de coelho em um belo dia de verão” e, claro, um camarim repleto de “revistas masculinas bem pervertidas e depravadas. Reservem metade delas para a seção gay e vão à luta”.

Radiohead: dez bananas, dez maçãs, cinco laranjas, seis limões, 10 g de gengibre fresco, um cacho de uvas, três pêssegos, três nectarinas, três peras, 500 g de frutas vermelhas sortidas, um quilo de cenouras frescas, quatro beterrabas e um maço de aipo. Putz… o.õ

Lady Gaga: Nos camarins, a cantora exige um frango assado inteiro (que precisa estar MUITO quente), sete tipos de refrigerante, frutas desidratadas e água, muita água – 12 garrafas de água gelada, 12 em temperatura ambiente e mais seis enriquecidas com vitaminas e de diferentes sabores. dela não dá pra esperar discrição! XD

Michael Jackson para a turnê This Is It: Para começar, o astro requisitou não um, mas 11 camarins: oito para os cantores de apoio, dançarinos e a banda e mais três para ele e os amigos próximos.
Michael também exigiu quatro secadores de cabelo, 24 toalhas de mão, dez suportes para cabides, escovas especiais para unhas, purificadores de ar inodoros e um pacote de velas com essência de framboesa.

Christina Aguilera: não contente em controlar o que acontece em seu camarim, quer estender essa segurança para o mundo. [Vai, planeta!] Antes de fazer algum show, a estrela exige que a polícia local faça uma escolta especial para que ela chegue a qualquer lugar. [tipo… Rio de Janeiro, ali no morro do Alemão… útil, não? xD]
Além disso, ela especifica no contrato que “não pode haver atrasos em razão de problemas no trânsito sob nenhuma circunstância”. Fica a dica: é melhor pensar duas vezes antes de agendar qualquer show em São Paulo.

Jennifer Lopez: exige que tudo no seu camarim seja branco! ABSOLUTAMENTE TUDO! [se vc pensar em perguntar “e o(a) (…)? tambem tem que ser branco(a)?”, não importa o que seja, a resposta é “sim!”]

AC/DC: Para atual turnê de Black Ice, que passou recentemente pelo Brasil: os músicos da banda fazem questão de ter três tanques de oxigênio e três máscaras no camarim. pra você ver como o show é de tirar o fôlego! xD
Perto desse pedido, os demais itens, como duas árvores em vasos (cujos tamanhos variam de acordo com a altura do teto) e centenas de refrigerantes diferentes (que precisam estar em recipientes LOTADOS DE GELO), soam até triviais.

James Brown: era moderado, pedia um quarto num hotel 5 estrelas, limusine, e alguns detalhes na mobília do camarim… mas havia uma coisa realmente esquisita, que não podia faltar: um camarim grudado ao seu para a garota com quem estava no momento!

agora a listinha da Madonna é incrível! xD
* Suíte presidencial no último andar; [normal…]

* Espelhos espalhados pelo quarto; [narcisita, ela, hein?]

* iPod, fax, TV de plasma de 42 polegadas e um ventilador grande para embalar seu sono são obrigatórios;

* Um quarto preparado para funcionar como estúdio de dança, com piso de madeira e espelhos na parede; [normal tb…]

* Uma lavadora de louças, mesas e cadeiras para montar uma espécie de lanchonete, próximo ao seu quarto; [aah, esquisitice normal]

* Um outro quarto que funcionará como cozinha industrial; [ISSO é difícil de atender!]

* Frutos do mar, só de peixes que possuam escamas e barbatanas e carne de animais, só se forem ruminantes, pois suas refeições devem obedecer as tradições judaicas; [Kabbalah, Kabbalah, Kabbalah! xD]

* Spray de baunilha em todos os ambientes que ela for passar também é obrigatório; [mesmo se ela for passar por um necrotério, ou pelo laboratório de anatomia da UFMA?]

* 12 caixas de morango e chá verde sempre;

* Carnes locais nem pensar, ela só comerá a carne trazida de Nova Iorque e Londres; [neuróótica…]

* Os assentos das privadas serão levados embora pela equipe; [por que ninguem merece cagar no mesmo lugar que Madonna outrora cagou!]

* As paredes devem ser todas brancas, juntamente com as cortinas;

* Os equipamentos eletrônicos que possuem led devem ser tampados, para não incomodar durante o sono; [pq ela nao exige uma daquelas máscaras pretas?]

* Nem precisa dizer que ela possui seu próprio maquiados, personal trainer, massagista e terapeuta, todos acompanhando-a;

* Telefone livre para ligações, fora da central telefônica do hotel;

* Para descansar, cama com base de couro branco e colchão extra-duro.

Fora do hotel, a preocupação da cantora fica por parte da segurança. As barreiras usadas no palco, que garantem o distanciamento dos fãs, serão trazidos dos EUA. Normalmente elas são fornecidas pelo país contratante.

E é isso.. 😉
Até ano que vem! [se eu não tiver um lapso criativo antes disso para vir postar aqui…]
Feliz 2010!